Ovelha Negra
(Rita Lee)
Warner Chappell
Levava uma vida sossegada
Gostava de sombra e água fresca
Meu Deus quanto tempo eu passei
Sem saber
Foi quando meu pai me disse filha
Você é a ovelha negra da família
Agora é hora de você assumir
E sumir
Baby baby
Não adianta chamar, oh não
Quando alguém está perdido
Procurando se encontrar
Baby baby
Não vale a pena esperar, oh não
Tire isso da cabeça
Ponha o resto no lugar
Originalmente gravada em 1975 no CD Fruto Proibido
Desculpe O Auê
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Desculpe o auê
Eu não queria magoar você
Foi ciúme, sim
Fiz greve de fome, guerrilhas, motins
Perdi a cabeça, esqueça

Desculpe o auê
Eu não queria magoar você
Foi ciúme, sim
Fiz greve de fome, guerrilhas, motins
Perdi a cabeça, esqueça

Da próxima vez eu me mando
Que se dane meu jeito inseguro
Nosso amor vale tanto
Por você vou roubar os anéis de Saturno

Da próxima vez eu me mando
Que se dane meu jeito inseguro
Nosso amor vale tanto
Por você vou roubar os anéis de Saturno

Xa la la la la la

Esqueça . . .
Originalmente gravada em 1983 no CD Bombom
Mamãe Natureza
(Rita Lee)
Warner Chappell
Não sei se eu estou pirando
Ou se as coisas estão melhorando
Não sei se eu vou ter algum dinheiro
Ou se eu só vou cantar no chuveiro
Estou no colo da mãe natureza
Ela toma conta da minha cabeça
É que eu sei que não adianta mesmo a gente chorar
A mamãe não dá sobremesa

Mamãe, ma-mamãe natureza!
Mamãe, ma-mamãe natureza!
Mamãe, ma-mamãe natureza!
Originalmente gravada em 1974 no CD Atrás do Porto Tem Uma Cidade
Nem Luxo, Nem Lixo
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Como vai você?
Assim como eu
Uma pessoa comum
Um filho de Deus
Nessa canoa furada
Remando contra a maré
Não acredito em nada
Até duvido da fé

Não quero luxo nem lixo
Meu sonho é ser imortal, meu amor
Não quero luxo nem lixo
Quero saúde pra gozar no final
Originalmente gravada em 1979 no CD Rita Lee
Jardins da Babilônia
(Rita Lee - Lee Marcucci)
Warner Chappell
Suspenderam os jardins da Babilônia
E eu pra não ficar por baixo
Resolvi botar as asas pra fora, porque
Quem não chora dali, não mama daqui, diz o ditado
Quem pode, pode, deixa os acomodados que se incomodem

Minha saúde não é de ferro mão
Mas meus nervos são de aço
Pra pedir silêncio eu berro
Pra fazer barulho eu mesma faço, ou não

Mas pegar fogo nunca foi atração de circo
Mas de qualquer maneira
Pode ser um caloroso espetáculo, então
O palhaço ri dali, o povo chora daqui, e o show não pára
E apesar dos pesares do mundo
Vou segurar esta barra
Originalmente gravada em 1978 no CD Babilônia
Agora Só Falta Você
(Rita Lee - Luis Sérgio)
Warner Chappell
Um belo dia resolvi mudar
E fazer tudo o que eu queria fazer
Me libertei daquela vida vulgar
Que eu levava estando junto a você

E em tudo que eu faço
Existe um porquê

Eu sei que eu nasci
Sei que eu nasci pra saber

E fui andando sem pensar em voltar
E sem ligar pro que me aconteceu
Um belo dia vou lhe telefonar
Pra lhe dizer que aquele sonho cresceu

No ar que eu respiro, uu
Eu sinto prazer

De ser quem eu sou
De estar onde estou

Agora só falta você, iê, iê
Agora só falta você, iê, iê
Agora só falta você..
Originalmente gravada em 1975 no CD Fruto Proibido
Só de Você
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Será que a gente ainda será
A velha estória de amor que sempre acaba bem, meu bem
Meio demodê para hoje em dia
Antigamente, tudo era bem mais chique

Porque a gente nem sabe porque
Mas acontece que eu nasci pra ser só de você
É claro que a sorte também ajudou
Ultimamente, um romance dura pouco

Cola, seu rosto no meu rosto
Enrola, seu corpo no meu corpo
Agora, está na hora de dançar...
Originalmente gravada em 1982 no CD Rita Lee
Banho de Espuma
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Que tal nós dois numa banheira de espuma
El cuerpo caliente, um dolce farniente
Sem culpa nenhuma

Fazendo massagem, relaxando a tensão
Em plena vagabundagem, com toda disposição
Falando muita bobagem, esfregando com água e sabão

Que tal nós dois numa banheira de espuma
El cuerpo caliente, um dolce farniente
Sem culpa nenhuma

Fazendo massagem, relaxando a tensão
Em plena vagabundagem, com toda disposição
Falando muita bobagem, esfregando com água e sabão

Lá no reino de Afrodite o amor passa dos limites
Quem quiser que se habilite, o que não falta é apetite
Originalmente gravada em 1981 no CD Saúde
Lança Perfume
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Lança menina, lança todo este perfume
Desbaratina não dá pra ficar imune
Ao teu amor que tem cheiro de coisa maluca
Vem cá meu bem, me descola um carinho
Eu sou néném, só sossego com beijinho
Vê se me dá o prazer de ter prazer comigo
Me aqueça
Me vira de ponta cabeça
Me faz de gato e sapato e...
Me deixa de quatro no ato
Me enche de amor, de amor
Lança, lança pefume
Oh oh oh oh lança, lança perfume
Lança perfume...
Originalmente gravada em 1979 no CD Rita Lee
Mania de Você
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
Meu bem você me dá
Água na boca
Vestindo fantasias
Tirando a roupa
Molhada de suor
De tanto a gente se beijar
De tanto imaginar
Imaginar!
Loucuras...
A gente faz o amor
Por telepatia
No chão, no mar, na lua
Na melodia
Mania de você
De tanto a gente se beijar
De tanto imaginar
Imaginar!
Loucuras...
Nada melhor
Do que não fazer nada
Só prá deitar
E rolar com você...
Tendo a lua...
Originalmente gravada em 1978 no CD Rita Lee
Shangrilá
(Rita Lee - Roberto de Carvalho)
Warner Chappell
De repente eu me vejo
Amarelada, bodeada, sem ninguém
Nessas horas aparece a preguiça
A vontade de sumir... de vez

Se me der na telha sou capaz
De enlouquecer
E mandar tudo pr´aquele lugar
E fugir com você pra Shangrilá
E me deixar levar
Por um beijo eterno
Por seu corpo envolvente
Mais quente que o inferno
Originalmente gravada em 1979 no CD Rita Lee
Menino Bonito
(Rita Lee)
Warner Chappell
Lindo, e eu me sinto enfeitiçada
Correndo perigo.
Seu olhar é simplesmente lindo,
Mas também não diz mais nada
Menino bonito.
E então quero olhar você,
Depois ir embora.
Sem dizer o porquê.
Eu sou cigana
Basta olhar pra você
Originalmente gravada em 1973 no CD Atrás do Porto Tem Uma Cidade
ROCK YOUR BABIES COLETÂNEAS COLEÇÕES NA MÍDIA LOJA
ROCK YOUR BABIES COLETÂNEAS COLEÇÕES NA MÍDIA LOJA
Clique para ver como era a música na versão original e como ela ficou no arranjo Rock Your Babies

(atenção: os sons de crianças e bebês nestes audios não constam das canções existentes nos CDs)
Falar de Rita Lee é definir o rock brasileiro como algo que transcende esta palavra. Pois para Rita, transgressão, mudar as regras, quebrar paradigmas sempre foi algo natural e que gerou ótimas surpresas. E o que mais esperamos de nossos filhos, senão uma boa cuca e a capacidade de também nos surpreender, quebrando toda e qualquer expectativa? Vamos viajar com esta bonequinha ruiva! Os sonhos começam contando e cantando Ovelha Negra, uma clássico que nos ensina até hoje sobre o mundo à nossa volta. Damos uma volta com Desculpe o Auê, ideal para fazer as pazes com qualquer travessura cometida e seguimos com Mamãe Natureza num embalo gostoso até chegar em Nem Luxo, Nem Lixo, um clássico que sintetiza nossas aspirações e as reduz a um denominador comum: quero saúde pra gozar no final! Hora de viajar! Na canção, é claro: Jardins da Babilônia já nos lembra que quem não chora dali, não mama daqui, e talvez seja a hora do leitinho materno com muito amor e carinho. Hora de pensar na vida ao som de Agora Só Falta Você. Hmmm, pensando bem, não falta mais nada! Só de Você, do disco de 1982, é uma delícia de canção em que os versos acontece que eu nasci pra ser só de você  podem ser cantados tanto por você quanto por seu bebê quando crescer! Vamos pro banho? Que tal curtir tudo numa Banheira de Espuma, esfregando com água e sabão? Quando damos banho em nossos filhos, lavamos também um pouco nossa própria alma, limpamo-nos de um dia pesado e ficamos mais leves. Dance com o filhote no colo ao som de Lança Perfume, pois como diz a canção, eu sou neném e só sossego com beijinho! Veja a tarde cair e o soninho chegar com Mania de Você. Nada melhor do que não fazer nada só pra deitar e rolar com você! Rita, tem certeza que você não fez estas músicas todas para crianças apenas? O Rock Your Babies também gosta de pescar algumas músicas mais raras. E por isso, escolhemos Shangrilá, de 1979 para embalar seu bebê com uma gostosa melodia. Finalizando o disco, Menino Bonito, de um de seus primeiros trabalhos, nos deixa parados olhando o berço e balbuciando seu olhar é simplesmente lindo! Rita Lee, Rita Ri, Rita Ali, Acolá, em todo lugar. Uma cantora que atravessa gerações com seu jeito divertido de brincar com o mundo e nos mostra como a boa música pode ser eterna! 
Compartilhe com seus amigos
j Deslize o dedo sobre as capas para ver mais k


i f t